Beneficência Portuguesa e Hospital Márcio Cunha conquistam nível 6 do HIMSS

guilherme

, Sem categoria

Hospitais do grupo Beneficência Portuguesa de São Paulo conquistaram o estágio 6 do HIMSS durante a conferência HIMSS Brasil, que ocorreu no dia 4 de outubro, em São Paulo. O parceiro tecnológico dos hospitais, o Tasy, software de gestão em saúde fornecido pela Philips que  auxilia instituições de saúde na implantação de prontuários eletrônicos e na melhoria da assistência de saúde para alcançar cada um dos estágios da certificação.

De acordo com Lilian Quintal Hoffmann, Superintendente Executivo de Tecnologia da Informação do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, “implantar o prontuário eletrônico do Tasy,  que é aderente ao modelo de adoção proposto pela HIMSS, facilitou o trabalho. A implantação no Hospital São José, nosso hospital premium, aconteceu em setembro de 2015, enquanto o Hospital Santo Antônio, nosso hospital filantrópico, o fez em março de 2016. Estamos muito orgulhosos com a conquista do Estágio 6 pelos dois hospitais”.

Além dos hospitais do grupo Beneficência Portuguesa, o Hospital Márcio Cunha – administrado pela Fundação São Francisco Xavier de Minas Gerais  também foi certificado no estágio 6 durante o evento. No ano passado, os hospitais Samaritano, Santa Paula, Alemão Oswaldo Cruz e o curitibano Hospital do Idoso Zilda Arns, também foram atingiram o estágio 6 pela HIMSS.

José Afrânio Cotta Júnior, CIO do Hospital Márcio Cunha, reforça que a instituição está no caminho certo na adoção da Tecnologia da Informação, através da utilização plena por seus profissionais do Prontuário Eletrônico do Paciente do sistema Tasy, na prestação do cuidado assistencial aos clientes.

“Temos um histórico de grande proximidade da TI com a área assistencial na nossa instituição e este modelo do HIMSS nos integra ainda mais. Foi com grande satisfação que recebemos a premiação, mas já visamos o nível máximo do estágio da HIMSS”, comenta.

No Brasil, a multinacional holandesa, parceira dessas instituições, desenvolveu um programa chamado Upgrade, cujo objetivo é mostrar aos hospitais como podem utilizar as ferramentas de seu sistema de gestão para cumprir os requisitos necessários em cada estágio do HIMSS.