Grupo São Francisco apoia projeto de educação para o trânsito oferecido a crianças e jovens de Ribeirão Preto

, Sem categoria
Imagem Divulgação

Imagem Divulgação

Ribeirão Preto (SP) e região receberão mais uma edição do projeto “Escola de Ciclismo Pedalando para o Futuro” que irá atender 1920 crianças e adolescentes, com idades entre 6 e 12 anos, vinculadas aos núcleos da secretaria da assistência social da cidade e região. As aulas estão previstas para iniciar em julho e a meta é ensinar, através de aulas teóricas e práticas, a maneira correta e segura de pedalar seguindo as normas do Código Nacional de Trânsito. O projeto conta com o apoio do Grupo São Francisco.

A bicicleta é considerada objeto de desejo da grande maioria das crianças e adolescentes e também sinônimo de alegria. Mas por ser um veículo que não precisa de habilitação e menores de idade também podem usá-lo nas ruas é essencial que os alunos conheçam desde cedo as normas de segurança para que se transformem em condutores prudentes.

O projeto é uma iniciativa para a inclusão sócio-educativa dos jovens em idade escolar que têm a oportunidade de participar de atividades esportivas, recreativas e de lazer. Os benefícios vão desde o de adquirir melhor qualidade de vida, melhor relacionamento social e familiar, desenvolver habilidades motoras e cognitivas, até a revelação de novos talentos anônimos através da prática esportiva.

 “Pedalando para o Futuro” foi idealizado pelo diretor da equipe ribeirão-pretana de ciclismo, Danilo Terra, e aprovado pela Lei Paulista de Incentivo ao Esporte e conta com o apoio do Grupo São Francisco.  A duração do projeto será de um ano e os alunos irão receber cartilha, camiseta, squeezes e lanche, além de um certificado ao final do curso.

“Instruída corretamente, a criança não adquire os vícios de má condução, difíceis de corrigir na vida adulta e, com certeza, este jovem, quando na direção de um veículo automotor, também terá a dimensão exata do que significa uma bicicleta no trânsito, dedicando assim maior atenção e cuidado com os ciclistas”, diz Terra.

Deixe uma resposta