Hospital Regional de Gurupi elabora normativas para impedir ocorrência de infecções na unidade

, Sem categoria

A Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) está elaborando normativas para impedir a ocorrência de infecções dentro do Hospital Regional de Gurupi (HRG), conforme informações da Secretaria da Saúde do Tocantins (Sesau). O assunto foi discutido durante reunião nessa quarta-feira, 17, entre a diretora da unidade hospitalar, a diretoria de Enfermagem, representantes da Saúde do Trabalhador, Psicologia, Humanização, Fisioterapia e demais profissionais das equipes de assistência ao paciente.

Um dos objetivos da normativa é diminuir o fluxo de pessoas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), colocar um servidor na porta da unidade para controlar o fluxo de entrada e saída, verificar se houve a higienização das mãos, e se foram utilizados os equipamentos de proteção como máscara, avental e touca. As visitas não serão comprometidas e continuarão acontecendo com o acompanhamento da equipe de Psicologia.

“Queremos restringir ao máximo a entrada de pessoas. Os acadêmicos que fazem estágio na unidade só adentrarão nos horários estabelecidos. Em relação aos funcionários, só será permitida a entrada de quem tiver o nome na lista que será fornecida pelo coordenador de cada setor da equipe multidisciplinar. Tudo isso com o objetivo de controlar possíveis infecções bacterianas. Temos várias regras que foram discutidas entre todos da equipe multidisciplinar visando o bem do paciente”, frisou a farmacêutica da CCIH, Sara Falcão.

Para o diretor geral do HRG, Celso Alencar, é muito importante que haja debate sobre o assunto e que seja implantada rotina de fluxo, pois também é uma preocupação com a saúde do servidor. “Estamos em um processo de ampliação e adequações na nossa UTI. Ela agora está funcionando em único espaço para melhorar a logística de pessoal e é importante estabelecermos regras, tudo pensando no bem-estar do nosso paciente”, ressaltou.

Deixe uma resposta