Nova técnica de desobstrução das artérias do coração é adotada no Hospital Mãe de Deus

O Hospital Mãe de Deus já está adotando as novas técnicas para revascularização de oclusões coronarianas crônicas. Neste ano, quatro pacientes já foram submetidos a estes procedimentos, realizados pelo gestor do Serviço de Cardiologia da instituição, Alexandre Quadros, em parceria com Daniel Wellenmann, cardiologista do Kantonsspital St. Gallen, da Suíça. Com 100% de entupimento das artérias, os pacientes não poderiam ser submetidos aos procedimentos convencionais para colocação de um stent. Com este novo procedimento minimamente invasivo é possível criar um orifício para introduzir o stent na artéria.

Diretor Científico da Sociedade Brasileira de Cardiologia Intervencionista, Quadros relata que se trata de um procedimento com aplicação crescente no exterior e em alguns centros de excelência no Brasil. “Essa técnica resulta em uma melhora da dor no peito, evitando a necessidade de fazer a cirurgia tradicional de ponte de safena, procedimento mais invasivo que oferecer maiores risco e desconforto ao paciente”, afirma. O cardiologista informa que novas intervenções poderão ser realizados no Hospital Mãe de Deus nos próximos meses com a presença do cardiologista suíço. Daniel tem ministrado cursos no Brasil e no exterior sobre esta técnica.​

Deixe uma resposta