Número de produtos registrados pela Anvisa dobra em três anos

Saúde Online

, Sem categoria

Entre os medicamentos, 40% dos novos produtos são voltados para tratamento de pacientes com câncer

A quantidade de remédios, produtos biológicos e insumos farmacêuticos ativos (IFAs), registrados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), dobrou nos últimos três anos.

Em 2014, a agência concedeu 366 registros. Em 2015, 773 novos produtos foram registrados. Já no ano passado, as concessões saltaram para 882. A agilidade nas análises proporcionou o crescimento do ritmo de liberações. Os dados referentes a esses produtos estão no Relatório de Atividades da Gerência-Geral de Medicamentos e Produtos Biológicos.

Tecnologia

Do ponto de vista da inovação e da tecnologia aplicada à saúde, entre os registros concedidos pela Anvisa nas categorias medicamentos novos, produtos biológicos novos e radiofármacos, 15 produtos eram destinados ao tratamento de pacientes com câncer. Com isso, 40% dos novos medicamentos autorizados pela Anvisa foram voltados para esses pacientes

Ainda no campo da inovação, na categoria dos medicamentos genéricos, 28 deles foram produzidos com substâncias ativas inéditas.

Fila de registro

Em 2014, houve a revisão dos critérios para definir quais análises seriam priorizadas. Assim, o escopo das petições foi ampliado. Esse instrumento reduz o tempo de espera na fila de análises da Anvisa

No ano passado, foram avaliadas 428 solicitações de priorização de análise, das quais 266, ou seja, 62% foram deferidas pela Anvisa.

De acordo com os números apresentados no Relatório também houve uma melhoria nos atendimentos realizados pela Gerência-Geral de Medicamentos por meio dos canais de comunicação da Anvisa com a sociedade. Cerca de 97% dos atendimentos da ouvidoria ocorreu dentro do prazo legal.