OMS convoca reunião de emergência para tratar do coronavírus Mers

, Sem categoria
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Um novo vírus que tem causado mortes no Oriente Médio está preocupando a OMS. Conhecido por Mers, o vírus surgiu ano passado e já infectou mais de 80 pessoas. Especialistas acreditam que ele pode ter surgido do contato com algum animal e que atualmente se propaga entre seres humanos pelo contato próximo, por exemplo, entre famílias e profissionais de saúde.

Os primeiros sintomas do vírus são febre e tosse, que se agravam até causar pneumonia. O governo saudita afirmou que a maioria dos infectados sofrem de doenças crônicas que debilitam seu sistema imune e que os tornam vulneráveis. Até esta terça-feira (09/07), foram registrados casos na Arábia Saudita, Jordânia, Qatar, Emirados Árabes, Tunísia, França, Alemanha, Itália e Reino Unido.

De acordo com o Chefe de Segurança da Saúde da OMS, Keiji Fukuda, o Mers tem infectado 20 pessoas por mês, por isso, é preciso estar preparado. Oito dos últimos casos de infecção na Arábia eram assintomáticos, e metade, mulheres funcionárias do sistema de saúde local. Os demais eram crianças abaixo de 15 anos que tiveram contato com pessoas doentes.

Segundo dados do Ministério da Saúde local, que também confirmou três novas infecções, as duas últimas mortes provocadas pelo coronavírus foram as de um homem de 53 anos e um menino de dois anos.

Os coronavírus fazem parte de uma família viral que pode causar doenças que vão desde um resfriado comum até à Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars, na sigla em inglês), que provou a morte de mais de 700 pessoas na China e em outros países do sudeste asiático há dez anos. Na ocasião, cerca de oito mil pessoas foram infectadas.