Tecnologia sustentável conduz construção do Mater Dei Contorno

, Sem categoria

As inovações tecnológicas em arquitetura e engenharia utilizadas no novo prédio da Rede Mater Dei de Saúde, o Hospital Mater Dei Contorno, permitiram transformar a consciência sustentável em ações concretas. Toda a estrutura conta com “tecnologia limpa” nos materiais de construção, adotando materiais que permitem a reciclagem, como: Gesso, Alumínio, Chapa Metálica, Fios de Cobre e Vinilico. O novo prédio da Rede Mater Dei de Saúde possui 100% da iluminação em LED (Light Emitter Diode, na sigla em inglês) que, dentre as vantagens, estão o conforto visual e a diminuição da emissão de CO2, também considerado lixo comum, não tem na composição substâncias tóxicas, nem mercúrio e economiza energia elétrica. Com o sistema completo, a expectativa é de uma economia de 630 MegaWatts por ano, além de deixar de emitir 1,2 toneladas de CO2 na atmosfera. A Unidade foi toda planejada com sensor de presença com células fotoelétricas, que também garantem a redução do consumo de energia. Os geradores são bicombustíveis, com possibilidade de uso de gás natural, energia mais limpa que o óleo diesel.

A construção garantiu a preservação do bosque pré-existente no local e novos jardins estão sendo implantados. Inclusive, estão em andamento os jardins com o conceito de “Telhado Verde”, com sistema de captação de águas das chuvas, que poderão ser utilizadas nos cuidados desse ambientes. A solução reduz a velocidade de escoamento da água da chuva na fonte, faz a limpeza da água pluvial, contribui para redução da poluição, biodiversidade, já que contribui para formação de um mini ecossistema, atraindo pássaros, borboletas e joaninhas, redução da poluição do ar pelo sequestro de carbono, diminuição da temperatura do micro e macro ambiente externo, conforto térmico e acústico para ambientes internos e maior durabilidade do prédio, porque diminui a amplitude térmica. Sem falar que, em toda a estrutura do prédio, foi inserido o uso de regulador de fluxo nos pontos de água (como torneiras e chuveiros).

A fachada do prédio conta com vedações em alumínio composto nos tons de branco (predominante) e verde, esquadrias com vidro insulado azul com persiana interna para escurecimento de alguns ambientes e brises para garantir o conforto térmico. O Hospital possui escadas externas nos finais de corredores, para facilitar a rota de fuga em caso de incêndio. Uma das grandes inovações foram no CTI e Pronto Socorro, que contam com acesso direto ao heliporto, agilizando o atendimento ao paciente em emergência. As alas de internação receberam paginação de piso com variação de cores distribuída nos oito pavimentos. Os vidros da fachada do Mater Dei Contorno foram construídos com tecnologia de vidros duplos. Dessa forma, o calor térmico do ambiente é isolado e a utilização do ar-condicionado para a refrigeração dos ambientes internos é reduzida. Sem contar que, o sistema de ar-condicionado é acionado apenas quando janelas e portas estiverem fechadas para evitar o desperdício de energia. A Unidade conta, ainda, com um sistema de recuperação de calor que permite o aquecimento da água de banhos, lavanderia e cozinha, proporcionando grande economia de energia na administração hospitalar.

A TI Verde é a forma de desenvolver e promover a sustentabilidade encontrada pelas empresas envolvidas com tecnologia da informação. O Mater Dei Contorno também aderiu a este conceito e investiu no Data Center que conta com 78% dos servidores virtuais. Uma solução que economiza a energia elétrica utilizada em refrigeração e na alimentação dos servidores. Os computadores são modelo All In One (possuem apenas o monitor) e garantem redução no espaço físico e mais economia de energia. Além disso, o Sistema de Gestão foi migrado para plataforma web, garantindo ao Hospital o acompanhamento das mudanças tecnológicas, uso de equipamentos móveis para assistência do paciente e, no futuro, a implantação do Hospital Sem Papel.

A obra foi gerenciada pelo próprio fundador do Mater Dei, José Salvador Silva, “o mestre de obras”, como ele mesmo gosta de destacar. O responsável técnico por toda essa inovação tecnológica sustentável no Mater Dei Contorno foi o arquiteto Diegbert Zanettini. Com o projeto arquitetônico, a empresa dele foi vencedora da categoria “Saúde – Projeto Predial”, da 10ª edição do Grande Prêmio de Arquitetura, tendo concorrido com mais de 1,6 mil inscritos.