Toma posse novo diretor-geral do INCA

, Sem categoria

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, deu posse ao professor Paulo Eduardo Xavier de Mendonça como diretor-geral do INCA. Coube ao diretor-geral substituto, Reinaldo Rondinelli, dar as boas-vindas ao novo diretor. “Recebemos o doutor Paulo Eduardo a quem desejamos sucesso nessa nova jornada, cujos desafios são gigantescos. Mas tenho absoluta certeza de que Paulo Eduardo já está definitivamente envolvido por essa paixão, pelo amor e pelo orgulho que todos nós, funcionários ou não, temos por essa casa. E que em algum momento estará engrossando o coro de ‘Sou INCA’. Seja bem-vindo”, disse Rondinelli, que também ressaltou os êxitos alcançados pelo antecessor, Luiz Antonio Santini.

Paulo Eduardo Mendonça disse que se sentia extremamente honrado pelo convite e que o desafio de dirigir o INCA era enorme. Mas que via nos rostos conhecidos na plateia, amigos de militância no SUS, a força necessária para aceitar a tarefa. Revelou que, enquanto professor universitário, sua militância mais recente no SUS era dedicada à formação de pessoas.

“Minha contribuição era para que as secretarias de saúde, as instituições do sistema, tivessem mais potência, mais vigor, mais musculatura para enfrentar o desafio de um sistema que produza o direito de todos à saúde. Essa implantação do SUS é a nossa luta, e tenho certeza de que é a luta dos trabalhadores que animam esse lugar. Como servidor público de carreira, crente no serviço público, quero manifestar meu compromisso para que essa instituição pública respeite o direito à saúde da população e construa esse importante ato de cidadania que é a garantia do acesso à saúde e que tenha políticas cada vez mais oportunas para que possa ser usuário pleno de potência para produzir esse sistema junto conosco, trabalhadores de saúde.”

O novo diretor-geral afirmou reconhecer a importância locorregional e nacional do INCA, não só no tocante à formulação de políticas sobre o câncer, mas também na questão assistencial e na formação de profissionais. “Essa enorme potência está consolidada na sua tríplice missão: pesquisa e ensino; prevenção e assistência. O INCA não seria o INCA se algo fosse retirado desse tripé. O INCA não seria essa potência de Pesquisa, de produção de conhecimento, se não tivesse a qualidade na assistência e o compromisso na formação de recursos humanos na área oncológica.

Arthur Chioro agradeceu a Paulo Eduardo Mendonça por ter aceitado o convite, destacando que dirigir o INCA é uma enorme responsabilidade, “talvez um dos convites mais desafiadores que um gestor público poderia receber”. E prosseguiu: “Tenho convicção de que você tem toda qualificação profissional, o compromisso, paixão, muita capacidade de escuta, de envolvimento dos trabalhadores. Quem conhece sua trajetória como gestor, sabe que essa é uma característica essencial sua. Sua escolha foi por esse perfil, além de ser alguém da área acadêmica, mas com vivência de hospital, das instituições, sabe analisá-las e ganhar as pessoas para um projeto. O INCA merece ter uma pessoa que tenha esse comportamento, essas qualificações que você agrega a essa valiosa equipe que trabalha aqui no Instituto”, declarou o ministro.

A cerimônia contou com a presença da secretária de Atenção à Saúde, Lumena Furtado, do secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Felipe Peixoto, do presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, do presidente do Conselho de Curadores da Fundação do Câncer, Marcos Moraes, secretários de Saúde de município do estado do Rio, diretores de hospitais federais do Rio, entre outras autoridades.