Violação de dados em instituições de saúde preocupa 93% dos brasileiros

, Sem categoria
Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

De acordo com o estudo Unisys Security Index, a maior preocupação dos consumidores brasileiros quanto à quebra de sigilo de dados pessoais está concentrada nas instituições do setor de saúde.  A instituição mede a percepção de segurança de países no que diz respeito à segurança financeira, digital, nacional e pessoal.

Quando perguntados sobre ameaças relacionadas à violação de dados causada pela perda acidental, roubo ou a ação de hackers em empresas e entidades que hospedam seus dados pessoais, 93% dos brasileiros afirmaram se preocupar com essa questão no segmento da saúde. Esse índice passa países como México (86%) e Espanha (81%).

A maioria dos brasileiros ouvidos também mostrou grande preocupação com quebra de sigilo de dados em bancos (84%) e órgãos governamentais (81%). Em seguida aparecem os provedores de telecomunicações e serviços de internet (78%) e, por último, hotéis e companhias aéreas (59%).

A conclusão contraria a média mundial, que em geral considera o setor de saúde como um dos mais seguros no que diz respeito à proteção de dados pessoais, analisa o especialista em segurança e diretor de projetos estratégicos da unidade de Tecnologia da Unisys, Italo Cocentino.

Quanto às instituições financeiras, Cocentino alerta sobre a importância da implementação de recursos como a criptografia dos dados armazenados e em uso, o bloqueio das redes contra acesso não autorizado e a conformidade com padrões da indústria de cartões de crédito e débito.

Deixe uma resposta